CNBB, Cáritas e Ação da Cidadania se unem no combate à fome provocada pelo avanço do coronavírus

Escrito por em 26 de maio de 2020

A partir de agora a organização não-governamental Ação da Cidadania, fundada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, em 1993, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira estarão juntas no combate à fome em tempos de coronavírus. A Ação inicia com a doação de 130 toneladas de alimentos não perecíveis para as dioceses brasileiras, em várias partes do país. Numa primeira etapa serão distribuídas 9.354 cestas a 10 estados do Brasil (veja na tabela abaixo). A parceria faz parte da Ação Solidária Emergencial da Igreja no Brasil “É Tempo de Cuidar”, desenvolvida pela CNBB e Cáritas deste 12 de abril.

Essa contribuição vem se somar a diversas doações espalhadas pelo Brasil: quase 500 toneladas de alimentos organizadas em cestas básicas, 63.619 mil refeições distribuídas sobretudo à população de rua, migrantes e refugiados. Mais de 135 mil pessoas beneficiadas no Brasil. Esses são os números atualizados da Ação Solidária Emergencial da Igreja no Brasil “É Tempo de Cuidar”. Até o momento foram registradas 139 ações de solidariedade, que envolveram o serviço direto de 59 dioceses espalhadas em centenas de cidades no Brasil.

De acordo com o secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, o coronavírus pôs às claras a triste realidade da fome em todo o mundo. Revelou quem já padece cronicamente da fome e inseriu muitos outros na mesma condição. Enquanto se busca desesperadamente um remédio contra o vírus, a solidariedade se manifesta como caminho para o enfrentamento da fome. Essa solidariedade passa pela união de pessoas e instituições”.

Dom Joel prossegue: “Um mundo diferente está sendo gerado em meio à pandemia, um mundo sem ódio, divisões, exclusão e fome. Nesse mundo, compaixão e fraternidade serão princípios básicos, para os quais não é preciso esperar o fim da pandemia. Podemos começar já agora.

Para Daniel de Souza, presidente do Conselho da Ação da Cidadania, a parceria com a CNBB amplia a rede da Ong fundada por seu pai, Betinho. “Eles trabalham no interior e em locais de difícil acesso e por isso é fundamental para nós”.

A CNBB fez um levantamento junto a seus regionais e já apresentou uma proposta de distribuição das cestas:

Estado Número de cestas
Bahia 500
Ceará 120
Maranhão 950
Minas Gerais 1.750
Mato Grosso do Sul 2.000
Paraná 100
Piauí 434
Rio de Janeiro 1.100
Rio Grande do Sul 2.100
Santa Catarina 300
Total de cestas 9.354

Sobre a Ação da Cidadania

Fundada pelo Sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, em 1993, formou uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza.

É um movimento social que nasceu baseado em um conceito simples: “Solidariedade, todos nós podemos”. Entre 1993 e 2019 foram arrecadadas mais de 33.000 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando mais de 3.500.000 famílias com o equivalente a 132.000.000 de pratos de comida distribuídos desde 1993.

Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada em todo o país, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais, especialmente nos Objetivos do Desenvolvimento Social  1 (Erradicação da Pobreza), 2 (Fome Zero) e 10 (Redução de Desigualdades).

CNBB


Opinião dos leitores

Deixe uma resposta


Educadora 90.9

Jacarezinho

Current track

Title

Artist

     Uma Emissora da Rede Educadora de Comunicação e Evangelização.

Background