Traumas da infância podem afetar a vida matrimonial

Escrito por em 13 de agosto de 2019

O primeiro homem da vida de uma mulher é seu pai; do mesmo modo que, na vida de um menino, a primeira mulher é a mãe. Tudo, absolutamente tudo, que estiver mal resolvido nessa relação desde a infância, afetará diretamente o matrimônio. Se uma mulher guardar mágoa, raiva, ressentimento de seu pai, vai projetar tudo isso, inconscientemente, no seu marido.

Se uma criança pensar que o pai não presta, que é mau, bruto, trai e faz a mãe sofrer, se fechará na capacidade de amar os homens. Como consequência, na vida adulta, ela não consegue amar plenamente o marido. E assim começa um novo ciclo: desamor, mágoa, traição… Então, a história se repete e poderá repetir-se por várias gerações.

Se sua história está repetindo o modelo negativo da história de seus pais, é preciso fazer algo; é preciso quebrar esse ciclo. Como? No vídeo abaixo você encontrará caminhos:

Ora, não nascemos de pais perfeitos, pais ideais, eles também têm suas histórias, seus pontos vulneráveis e, consequentemente, seus erros. Para consertar o presente, precisamos, muitas vezes, voltar ao passado, do contrário, andaremos para os futuro de costas e os tropeços e quedas serão inevitáveis. Amar quem não o amou pode abrir no cérebro muitas “gavetas” que estavam trancadas há anos, e isso fará toda a diferença no casamento.

Se você realmente quiser curar sua história, saiba que não é fácil. Fácil é repetir os modelos que já estamos acostumados, não precisa mudar nada, é só continuar igual a sua mãe, vó, bisavó… E já pode imaginar como será o futuro dos seus filhos, netos, bisnetos e a infância deles.

cancaonova.com


Opinião dos leitores

Deixe uma resposta


Educadora 90.9

Jacarezinho

Current track

Title

Artist

     Uma Emissora da Rede Educadora de Comunicação e Evangelização.

Background