APP 190 começa a funcionar no Norte Pioneiro

Escrito por em 10 de março de 2019

Polícia Militar passa a contar com aplicativo para população requerer atendimentos nos 22 municípios do 2º BPM

A Polícia Militar do Paraná, através do 2º Batalhão,  lançou oficialmente, na sexta-feira (8), o APP 190 – EMERGÊNCIA  PARANÁ para solicitação de atendimento de ocorrência nos 22 municípios que com área desta Unidade: Jacarezinho, Cambará, Carlópolis, Ribeirão Claro,  Santo Antônio da Platina, Ribeirão do Pinhal, Abatiá, Jundiaí do Sul, Joaquim Távora, Guapirama, Quatiguá, Siqueira Campos, Wenceslau Braz, Santana do Itararé, Salto do Itararé, São José da Boa Vista, Ibaiti, Japira Jaboti, Pinhalão, Conselheiro Mairinck  e Tomazina.

Na Capital do Estado o aplicativo funciona desde outubro do ano passado, sendo que na data de ontem (07/03) ocorreu o lançamento da área do 18º BPM (Cornélio Procópio e região) e no decorrer da semana ocorrerão os lançamentos para demais áreas do 2º Comando Regional: 15º BPM – Rolândia (11/03), 10º BPM – Apucarana (12/03),    6º Companhia Independente (13/03) – Ivaiporã e 7ª Companhia Independente – Arapongas (14/03).

As pessoas podem baixar o aplicativo gratuitamente em seus celulares, desde que tenham o sistema operacional Android ou IOS. Após baixar o aplicativo, o usuário fará um cadastro rápido no portal Governo Digital, com informações pessoais (nome completo, RG, CPF, e-mail) e a partir daí será criado um perfil que armazenará todo o histórico de solicitações e atividades.

Sobre a abertura de ocorrência

Com o aplicativo instalado, o usuário poderá solicitar atendimento para quaisquer tipos ocorrência. Na tela de abertura de ocorrência está disponível ícones para solicitações rápidas para situações de violência doméstica, perturbação do sossego e trânsito. Para os demais crimes, tipo roubo/furto, pessoas suspeitas, etc o usuário acessará o ícone Outros, também disponível na mesma tela.

O usuário pode ainda inserir no chamado 02 fotos e 01 vídeo sobre o fato solicitado, bem como acompanhar o andamento do atendimento pela tela “minhas ocorrências – andamento”, consultando as providências tomadas até a finalização.

Uma inovação importante comparada ao sistema tradicional de acionamento através do telefone 190, é a disponibilidade de acesso para usuários com deficiência  fonoaudiólogica, sem precisar de uma terceira pessoa com a capacidade de fala e audição para intermediar com a Polícia Militar, bastando cadastro em seu perfil  com apoio às necessidades de comunicação com tradução em libras.

Conversando diretamente com o Policial Militar 

O aplicativo ainda disponibiliza uma tela de Chat, na qual o usuário poderá conversar diretamente como Policial Militar atendente trocando informações acerca das suas ocorrências em andamento.

Para o comandante do 2º Batalhão, Tenente-Coronel José Luiz de Oliveira, esse afirmou que aplicativo vem ao encontro dos anseios da comunidade no sentido de agilizar os atendimentos, bem como coloca a Polícia Militar alinhada com a modernidade: “Nos dias de hoje são  inúmeros serviços públicos que  estão disponíveis para acesso através de um smartphone e a Polícia Militar do Paraná não poderia ficar para trás. O aplicativo traz inovações que revolucionarão a maneira com que cidadão se comunica com a Polícia Militar. Ao solicitar um atendimento, por exemplo, ele poderá inserir fotos e vídeos no seu chamado, conversar com o atendente através de “chat”, inclusive com disponibilidade da comunicação em libras.

“Outro fato importante é a possibilidade do usuário poder acompanhar a sua solicitação até o desfecho da ocorrência, gerando, assim, um nível maior de satisfação pelo serviço recebido. Ressalto, por fim, que os atendimentos pelo telefone 190 continuarão normalmente e o aplicativo vem a somar mais uma maneira que o cidadão tem em mãos, literalmente, para acionar a Polícia Militar”, finalizou o Comandante.

Tanosite


Opinião dos leitores

Deixe uma resposta


Educadora 90.9

Jacarezinho

Current track

Title

Artist

     Uma Emissora da Rede Educadora de Comunicação e Evangelização.

Background