Norte Pioneiro pede socorro ao governador

Escrito por em 21 de fevereiro de 2019

O governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) participa, na manhã desta sexta-feira (22) da solenidade de posse da nova diretoria da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi), no Clube AERP, em Pinhalão. O prefeito da cidade, Sérgio Inácio Rodrigues assume os rumos da entidade, com a responsabilidade de resgatar décadas de estagnação e retrocesso.

A presença do governador é o momento de uma profunda reflexão sobre os rumos do Norte Pioneiro. O próprio Ratinho Junior, durante um discurso que proferiu na Associação Comercial de Santo Antônio da Platina, no começo da campanha do ano passado, lembrou que a falta de infraestrutura é o gargalo que impede o desenvolvimento regional. Em dado momento de sua fala, disse: “Como alguém instalaria uma fábrica numa cidade como Santo Antônio se a menos de 50 quilômetros está Ourinhos, com suas autopistas ligando à Capital e o Porto de Santos”, defendendo a duplicação da PR-092.

A região é uma das mais privilegiadas do estado em atrações turísticas. Mas como desenvolver esta indústria se não temos estrada e aeroportos. Angra Doce, Rota do Rosário, Rota do Café e tantos outros atrativos de nada valem se as pessoas têm dificuldades acessá-los.

Temos a agricultura mais diversificada do estado, mas é preciso agregar renda ao produtor e isso só será possível com agroindustrialização. Somos uma grande bacia leiteira, mas falta-nos tecnologia, cooperativa de produtores, incentivos e a presença da pesquisa e extensão rural.

Plano de desenvolvimento

Cadê nossas universidades? Onde está a UENP que custa muito dinheiro para ser mantida. São instituições que deveriam estar agregadas a um Plano de Desenvolvimento Sustentável do Norte Pioneiro. A própria Amunorpi tem se mostrado inerte nos últimos anos. Estamos no século 21 e ainda não temos um planejamento estratégico que norteie os rumos que devemos seguir. A hora é agora, principalmente porque temos um governador que sabe ouvir, é sensível às nossas demandas.

O ramal ferroviário ligando Jacarezinho a ponta Grossa está abandonado e se perdendo no tempo. O próprio Paraná necessita de um planejamento nesta área, porque é impossível pensar o Norte Pioneiro isoladamente. Impossível pensar o desenvolvimento estadual e regional sem elaborarmos um plano macro de aproveitamento de nossas ferrovias. Esta é uma ideia defendida pelo professor e uma das mais ilustres personalidades intelectuais deste estado, Nildo Lubke.

Curso de Medicina

O Norte Pioneiro é região exportadora de doentes. Uma das esperanças acalentadas para por fim a este drama seria a instalação do curso de Medicina da UENP na região da Amunorpi, mas o governo anterior optou por Cornélio Procópio, uma decisão questionável sobre todos os aspectos. Com o curso teríamos aqui todas as especialidades médias, nosso Hospital Regional se transformaria num verdadeiro complexo de saúde. Cabe ao nosso governador Ratinho Junior reposicionar esta questão, corrigindo uma injustiça histórica.

Sua visita à Pinhalão é um momento histórico. Esperamos que os prefeitos e lideranças regionais saibam aproveitar esta oportunidade.

tanosite.com

(Foto: AEN)


Opinião dos leitores

Deixe uma resposta


Continuar lendo

Publicações anteriores

Manhã de Luz 19/05/2019


Miniatura

Educadora 90.9

Jacarezinho

Current track

Title

Artist

     Uma Emissora da Rede Educadora de Comunicação e Evangelização.

Background